clear

Désactiver tous les cookies

Audience

Les services de mesure d'audience permettent de générer des statistiques de fréquentation utiles à l'amélioration du site.

Liens de tracking

Supprimé

Autorisé

Afiliação

Supprimé

Autorisé

done Seu endereço foi salvo
close
error_outline E-mail inválido
close
Experimente gratuitamente
Como fazer a otimização de campanhas de marketing digital

Como fazer a otimização de campanhas de marketing digital

Estratégias de marketing sempre foram utilizadas por empresas para promoverem seus produtos e serviços. Estas estratégias funcionavam bem, porém com surgimento da Internet, o marketing foi obrigado a se unir a ela, dando origem, a grosso modo, ao marketing digital.

Com a popularização do e-mail as empresas começaram a disparar campanhas de e-mail marketing. Utilizar e-mail marketing foi, e ainda é, uma excelente estratégia e apresenta ótimos resultados para empresas que o adotam.

Porém, com o tempo, o cliente não queria mais receber as mesmas mensagens, sempre falando de promoção ou desconto. Ele queria agora informações que o ajudassem a resolver seu problema, porém como a empresa poderia personalizar o envio desta mensagem ao cliente? A resposta mais uma vez estava na tecnologia, mais precisamente na automação de marketing.

É por isto que preparamos este conteúdo e dedicando-se à sua leitura, você facilmente irá reconhecer os principais pontos aos quais deve estar atendo para fazer a otimização de campanhas de marketing digital em sua empresa.

 

O que deve ser otimizado em campanhas de marketing digital?

Para começar, vamos abordar como fazer uma boa análise do que deve ser otimizado, pois esta é a base de qualquer campanha de alto desempenho. É bastante lógico supor que, para melhorar a performance, é preciso fazer uma análise prévia do desempenho atual, separando os dados deste levantamento em diferentes níveis.

1. Métricas de negócio

Os números de visitantes, leads, leads qualificados e clientes precisam ser avaliadas com base em metas de crescimento, por isso, o primeiro passo é observar se este indicadores estão se comportando como planejado. Por exemplo, espera-se que o número de visitantes únicos cresça todos os meses e, se isso não está acontecendo, suas ações de produção de conteúdo, compra de mídia e promoção em redes sociais devem ser revistas.

Já a taxa de conversão de visitantes em leads pode sofrer pequenas alterações de um período para o outro. Neste caso, é importante verificar se a diminuição é uma tendência – o que geraria necessidade de ações de correção. Porém, o aumento do número de leads não significa que eles estejam prontos para comprar, então observar o número de leads qualificados irá ajudar nesta avaliação.

A conversão de leads qualificados em clientes também não tem uma relação tão direta com o aumento de visitantes. Um ponto importante aqui envolve a otimização do trabalho dos times de marketing e vendas, evitando que o marketing passe para a equipe de vendas leads não tão qualificados assim. Algumas ferramentas e estratégias fundamentais para esta otimização envolvem o Kanbam e o CRM.

2. Fontes de tráfego

Acompanhar os canais de onde surgem novos visitantes – e quais deles convertem mais – não serve apenas para relacionar o que está dando mais resultado, mas é importante para avaliar se o tráfego orgânico está crescendo em relação ao pago.

Procure identificar possíveis inconsistências. Por exemplo, um visitante pode descobrir sua empresa por um determinado meio e fazer várias visitas, até se converter em lead por meio de outro canal. Nesse caso, a maioria das ferramentas de acompanhamento o contabilizaria como oriundo da segunda fonte de trafego.

3. Análise específica de cada canal

Aqui precisamos observar a eficiência das palavras-chave para o posicionamento do site, analisando se elas convertem como esperado e quaisquer outros detalhes que te ajudem a entender o que pode ser feito para receber mais acessos.

Faça isso considerando separadamente o resultado orgânico e pago – lembre-se de que estamos fazendo uma análise por canal. Avalie também: sites que mais enviam tráfego, páginas mais acessadas, tipo de conteúdo que mais tem chamado à atenção, quais as semelhanças entre eles (estilo de escrita, formato, tema, chamadas de call to action), blogs direcionados à sua persona com os quais valha a pena fazer parcerias, etc.

Orçamento de marketing digital

O orçamento é um ponto-chave da otimização de campanhas de marketing. Porém, muitas vezes o foco acaba ficando mais direcionado para o resultado final – gerar mais negócios – do que para o meio de consegui-lo.

Isso é natural, principalmente quando não faltam recursos para as ações que se decide implantar. No entanto, quando se trabalha com um orçamento enxuto é preciso alocar os recursos no que funciona melhor.

As dicas para otimizar o orçamento de marketing digital envolvem:

Avaliar as opções de investimento – Ações que não é possível determinar ao certo o público ou quanto está sendo gasto por lead conquistado não precisam ser prioridade.

Invista em pequena escala – Outra prática muito efetiva é começar novas ações com um orçamento reduzido. Conforme o resultado, você pode escalar a iniciativa com segurança.

Alinhe suas ações – Quando você propaga muitas mensagens diferentes, fica mais difícil assimilar algumas delas. Por outro lado, quando você comunica uma mesma mensagem, ela é mais facilmente gravada, pois um canal reforça o outro.

Use o remarketing – Visitantes que não converteram em leads e os leads que não converteram em clientes não são um caso perdido. Insista nestes prospects usando de uma abordagem agradável, reforçando a mensagem inicial para favorecer a conversão.

Indicadores de performance ideais

Sem medir os resultados, todas as decisões ocorrem na base do “achismo”, ou seja, uma opinião sem base sólida. Podemos dizer que, sem indicadores, nem é possível pensar em otimização de campanhas de marketing digital.

Alguns indicadores principais já foram comentados neste conteúdo, então você não pode deixar de acompanhar a quantidade de visitantes, de leads e clientes, nem o resultado de cada canal e fonte de tráfego.

Além destes, também pode-se considerar indicadores que mostram o tipo de conteúdo que a persona está consumindo, indicadores de retenção e de compartilhamento e engajamento.

Gostou do conteúdo? Esperamos ter deixado clara a importância da análise de dados para a otimização de campanhas de marketing digital. Se quiser mais informações sobre automação de marketing e CRM, acesse o blog – www.inovatize.com.br/blog – e otimize seus resultados de marketing e vendas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Experimente gratuitamente