Qual a importância do e-mail marketing no marketing digital?

Blog Mailify: O Email Marketing fácil de usar

Dicas para melhorar suas newsletters, atualidades sobre o nosso produto e tudo sobre e-mail marketing.

Qual a importância do e-mail marketing no marketing digital?

Qual a importância do e-mail marketing no marketing digital?

Sabe aquela mensagem que chega certeira para você, dizendo o que queria ler ou nem sabia que queria, mas descobriu a relevância do conteúdo naquele momento e passou a segui-lo? Então, isso se caracteriza quando o conteúdo certo chega ao público certo e no momento oportuno. Mas como tornar sua mensagem eficaz?

É aí que a ferramenta de e-mail marketing da Mailify se torna uma forte aliada. Como sabemos, o e-mail é praticamente uma identidade digital, todos usamos não só para receber mensagens, mas também fazer login em inúmeras plataformas. De acordo com pesquisa da Pew Research 92% dos adultos presentes online utilizam e-mails e mais da metade os acessam diariamente. Outro levantamento da McKinsey & Company mostra que e-mail pode ser 40 vezes mais eficiente (isso mesmo!) que as redes sociais, no caso Facebook e Twitter, na aquisição de clientes.

Mas como transformar a mensagem em conversão?

Para isso você precisa primeiro trabalhar seus leads. É um dos passos mais importantes. Trazer o potencial cliente que demonstra interesse no seu tipo de produto ou serviço para a sua base de dados, seja através de preenchimento de formulário ou assinatura de newsletter. Abaixo segue um passo a passo com dicas sobre como desenvolver uma boa estratégia de marketing digital com o e-mail marketing:

Interação com leads

O preenchimento de formulário é uma ferramenta importante. Através dele é possível mensurar os hábitos de consumo e peculiaridades de cada cliente para segmentar de forma cada vez mais assertiva na hora de enviar a mensagem certa para o público certo. Por outro lado, quanto mais simples o processo de cadastro, mais endereços de e-mails vai coletar.

Sem esquecer de sempre atualizar suas listas de e-mails, comprar mailings pode ser um mau negócio. Listas prontas costumam conter endereços de e-mail falsos ou com erros de digitação. O que indica aos provedores que você utiliza lista de e-mails comprada e podem te penalizar por isso, criando filtros para suas mensagens serem identificadas como spam. O ideal é que o cliente já tenha tido algum contato prévio, seja demonstrando interesse ou mesmo já comprado algum produto/serviço seu. Seus contatos mais recentes são os que provavelmente vão interagir com sua mensagem.

De olho na segmentação

Segundo levantamento da Salesforce, 95% das pessoas que aceitam receber mensagens de uma marca acreditam na utilidade das mensagens. E o eMarketer mostra que 81% dos consumidores online possuem mais chance de realizar compras através de mensagens que consideram seus hábitos de compra anteriores.

A partir de uma base dados organizada será possível criar aquela newsletter que tem tudo a ver com o seu público alvo. Claro, sem esquecer de incluir o call-to-action, a chamada para ação, na mensagem, com link para o seu site. “Clique aqui” é o que gera mais cliques, de acordo com pesquisa da Hubspot.

Priorize a qualidade do conteúdo

De acordo com o MarketingSherpa 72% das pessoas preferem receber conteúdos promocionais por e-mail em vez de via redes sociais. E muitos dos potenciais clientes informam seus contatos em troca de conteúdo de qualidade. Aproveite essa janela e torne seu conteúdo algo de valor para seu lead. O mantenha atualizado sobre como o produto pode agregar valor não só prático, como também emocional na vida dele.

Não pense só na venda em si, pense em manter um bom relacionamento com seu potencial cliente. Ele precisa sentir que suas necessidades são o que mais importam e que, por isso, recebe conteúdos relevantes. Fique de olho na periodicidade de seus envios, trabalhe com algum ou alguns dias fixos da semana para enviar sempre um conteúdo que gere valor para o cliente. Faça a diferença na vida dele.

Defina sua persona

Considere quem está lendo o conteúdo. Qual faixa etária, hábitos, renda, preferências, etc, ele ou ela tem. Ou seja, quem é a sua persona. A partir disso verifique que tipo de linguagem pode ser mais adequada. Use palavras simples e diretas, estabeleça um tom de conversa. Trabalhe a proximidade, trate seu leitor pelo nome, transforme sua publicidade em diálogo. Taxas de abertura e cliques aumentam quando o nome do destinatário é mencionado na assunto.  Depois disso estabeleça um calendário de envios, determinando a frequência e os objetivos de cada ação. Não esqueça de acompanhar as métricas, invista no que gerará resultado.

Com todos esses itens cuidadosamente observados você pode estar à frente da concorrência tendo uma ferramenta poderosa. Comunique-se com seus leads já!

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go Top